sábado, 5 de maio de 2012

Voar

O que me impede de voar? Voar seria apenas bater asas? Seria levantar do chão e planar? E se eu quiser voar em pensamentos? E se eu quiser voar para onde ninguém pode ir, ou seja, na minha mente? Pensar, refletir, imaginar, nada disso é demais. Quando estamos sós, ao som de uma boa música, tudo é possível para nosso pensamento. Nosso mundo particular. Ninguém pode invadir meus pensamentos e viajar para o meu mundo, um mundo que só eu conheço. E estando nesse estado, se fecho os olhos logo vou ainda mais longe sem precisar sair do lugar... Internet? Que nada. Meus pensamentos podem ir além. Lembranças de coisas que eu nunca vivi, se isso é possível. Coisas que só eu mesmo sei de mim. Alegrias. Tristezas, por que não? Lembrar, isso já basta as vezes. Sou único, assim como todos. Ser único é bom, é maravilhoso. Meu mundo é particular, posso sorrir sozinho, posso chorar sozinho, posso me assustar com coisas que jamais imaginava. É bom ser diferente, pelo menos podemos fugir desse mundo sem graça e desigual. No meu mundo todos têm oportunidades e todos têm empregos e todos têm famílias e todos têm dentes para poder sorrir e sorriem o dia inteiro! Esse é o meu mundo. Só eu sei. Se quero voar? Não, não preciso, meu mundo não tem chão. Só espaço para coisas simples mas que sempre fazem toda a diferença. Alex Domingues

2 comentários:

Anônimo disse...

Não seu a sua...mas as vezes minha imaginação me assusta.kkkkkkkkkk

Infelizmente, muitos entram para o mundo das drogas com o intuito de fugir da realidade,com medo de enfrentar desafios e acabam partindo para um caminho sem volta.

s2

TaTa disse...

"Voar é mirar o chão e errar"
Um mundo de faz contas ainda pode ser um mundo de maravilhas...